(31) 2516-4056 / atendimento@rhoriente.com.br

    • (31) 99791-0446

Entenda alguns perfis empreendedor

Mais que conhecimentos técnicos, uma pessoa empreendedora possui algumas características específicas que o direcionam ao sucesso.

De acordo com o Endeavor, que é referência ao traçar o perfil do empreendedor, há alguns traços que todos os empreendedores e candidatos a empreendedor precisam ter.

Entre elas, estão:

  • Autoconfiança
  • Otimismo
  • Coragem para aceitar riscos
  • Vontade de ser reconhecido
  • Resiliência
  • Perseverança.

É interessante destacar ainda que o Endeavor realizou um estudo com 4 mil pessoas no final de 2014 sobre cultura empreendedora e descobriu que existem seis perfis de empreendedor.

Conforme o levantamento, todo empreendedor apresenta um mix de cada um deles.

  1. Situacionista

Não é todo dia que uma oportunidade bate à porta. Para o empreendedor situacionista, a oportunidade bateu, e ele resolveu deixar ela entrar. Esse empreendedor pode estar insatisfeito com o mercado de trabalho atual.

Talvez esteja desempregado, ou empregado, mas querendo algo mais. É aí que surge a grande chance e ele resolve agarrar. Ou melhor, ela: esse é o perfil que abriga mais mulheres. O empreendedor situacionista vai aprendendo com os acertos e erros, e raramente tem todas as características principais apontadas.

Muitos têm um ou mais de um fracasso e desistem de empreender.  Mas aqueles que obtêm sucesso permanecem por muitos anos no mundo do empreendedorismo. Esse é o tipo mais comum de empreendedor, mas também o menos otimista e com maior medo de arriscar. Inovação definitivamente não é com o situacionista.

  1. Nato

Esse é o empreendedor mítico que é personagem de filme. É o menino dos longas norte-americanos que desde cedo quer conquistar seu dinheiro vendendo limonada. É aquele ídolo do Vale do Silício, que começou em uma garagem e em menos de dez anos construiu um império.

O empreendedor nato é aquele que vê oportunidades de negócios por todos os lados desde cedo. É aquele que não se desespera com um problema, mas sempre quebra a cabeça até encontrar uma solução – e que seja, de preferência, lucrativa.

Esse perfil é também chamado de “intraempreendedor”.

Pois sempre teve o gene do empreendedorismo no DNA, ainda que ele tenha ficado adormecido durante uma parte da vida. Quando o empreendedor nato não tem seu próprio negócio, tende a se dedicar de corpo e alma à profissão que escolheu, chegando a cargos de gerência.

Os empreendedores natos são os que assumem mais riscos e têm mais autoconfiança. Eles também tendem a ser muito curiosos e perfeccionistas.

  1. Meu jeito

“Se você quer bem feito, faça você mesmo”: Se existisse um lema, esse seria o escolhido pelo do empreendedor “meu jeito”. Ele gosta de seguir seu ritmo, ditar suas próprias regras e tem valores muito fortes, contra os quais não pode lutar.

Isso significa que muitos desses empreendedores abriram seu próprio negócio após se desligarem de alguma empresa, porque lá dentro viram que teriam de trabalhar seguindo algo no qual não acreditavam.

Crenças e valores significam muito para eles, assim como a autoconfiança e a sensação de que podem fazer tudo de maneira melhor do que a que já está sendo feita. Por sua aparente rebeldia e incapacidade de cumprir regras, é comum que o empreendedor “meu jeito” escolha profissões liberais ou nas quais possa trabalhar como autônomo.

Muitas mulheres se encaixam também nesse perfil.

  1. Em busca do milhão

Ambição é o que move esses empreendedores. E aqui o termo ambição não se refere a fama ou reconhecimento, apenas ao dinheiro mesmo. Este tipo de empreendedor é aquele que estabelece metas financeiras precisas e se esforça ao máximo para alcançá-las.

São os jovens que pretendem ganhar o primeiro milhão antes dos 30 anos, e a partir daí só multiplicar a fortuna. A maioria dos empreendedores nesta categoria tem entre 25 e 34 anos.

  1. Idealista

Eles querem mudar o mundo e estão prontos para arregaçar as mangas. Sim, o lucro é importante para eles, mas mais importante é transformar a vida das pessoas.

Esse perfil de empreendedor tem grandes sonhos e considera muito importante seguir suas crenças e, se possível, espalhá-las pelo mundo. Por isso, são as pessoas certas para inovar, criar negócios alternativos e alimentar nichos até então ignorados por outros setores da economia.

  1. Herdeiro

Ele não necessariamente herdou um negócio lucrativo dos pais, embora isso aconteça em alguns casos dentro desse perfil. A maioria dos empreendedores herdeiros, na verdade, herdou exemplos e ambições do pai, da mãe ou dos avós.

Nesse perfil, entram as pessoas que viram os pais ou avós terem um sonho empreendedor e nunca o realizarem e também as pessoas que aprenderam com as gerações passadas tudo sobre o que eles não queriam para o futuro.

Por exemplo:

um filho de trabalhadores assalariados que, vendo as reclamações e dificuldades dos pais, decidiu que não queria aquela vida para si e decidiu ser dono de seu próprio negócio.

Por isso, o empreendedor herdeiro costuma investir bastante em capacitação. Afinal, quem herda uma empresa precisa estar preparado para administrá-la.

E quem quer ser dono de uma precisa descobrir tudo sobre seu segmento e sobre como fazer a empresa prosperar. A maioria desses empreendedores é do sexo masculino, e tem entre 50 e 64 anos.

Quer empreender e não sabe por onde começar? Nós podemos te ajudar! Entre em contato – clique aqui


Compartilhe:

(31) 2516-4056

atendimento@rhoriente.com.br